A taxa de cesárias no Brasil é alta, muito alta. Somos considerados o segundo país que mais realiza o procedimento no mundo, com uma porcentagem que passa de 50%.  Por alguma triste razão, muitos dos médicos nos fazem acreditar que não somos capazes de parir e precisamos de intervenção médica, que a gravidez é doença.

Eu procurei uma alternativa a isso e tive uma médica que se dedica ao que chamamos de parto humanizado: com o mínimo de intervenção externa possível. Só a mãe e seu processo. Ela faz cesária só quando é realmente necessária, algo em torno de 13%.

Meu parto foi no hospital, mas não teve anestesia, episiotomia nem nada. Me senti forte, me senti mulher, aprendi muito. Mulheres sabem parir. Mas para isso, me preparei. Conto como foi em “Quer parto normal? Então grita“.

Saiba mais: Meu parto ; Quer parto normal? Então grita ; Brasil é o segundo país com maior taxa de casáreas do mundo

Deixe seu depoimento

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *